Festa de São Sebastião - Missa da Saúde

Dentro da programação em honra a São Sebastião, no sábado, 19 de janeiro, último dia da novena, foi celebrada santa missa em intenção de todos os doentes da paróquia, comunidades e seus familiares.

A partir das duas horas da tarde, com a igreja lotada de idosos e algumas pessoas em cadeiras de rodas, foi iniciada a missa, presidida por padre Antão Roberto de Melo e concelebrada por padre Nélio José dos Santos, da paróquia Nossa Senhora da Conceição, de Ijaci e padre Luizinho. Com a tarde com clima um pouco quente, durante todo o período da celebração, colaboradores serviram água a todos que solicitavam.

Durante sua homilia, padre Nélio, de forma muito bem humorada, contou várias histórias de pessoas acima de 90 anos que queriam ainda mais da vida, pedindo saúde a Deus e fim dos sofrimentos. O padre, pároco da Igreja Nossa Senhora da Conceição,de Ijaci, afirmou que precisamos agradecer nossas dores, em vez de apenas pedir aos santos e a Deus que nos livre de doenças.

Com fala pausada, com calma e clareza, padre Nélio disse ainda que precisamos nos encantar com a vida e não incomodar tanto os santos. Deixem o santo quietinho lá minha gente, dizia ele, o santo não venceu? Por que a gente não vai vencer? Hoje aqui não queremos reunir dores, mas as graças, pois ainda estamos aqui, ainda tivemos forças para chegar até aqui e então recebamos as bençãos para confirmar e agradecer.

O padre de Ijaci afirmou que Deus sabe de todas as nossas dores, não precisamos falar só sobre elas. Insistimos em falar de nossos problemas, nossas reclamações, mas, em vez disso, podemos dizer, Senhor, estou aqui, rezando, agradecendo.

Em sua pregação, padre Nélio afirmou que Deus não merece que apenas reclamemos de nossa situação e sim agradeçamos e que cada um tem sua cruz, mas Jesus carregou a cruz do mundo e, se Ele venceu, nós também podemos vencer. E exortou a todos: quando sua cruz estiver muito pesada, lembre-se da cruz de Jesus e que Deus te abençoe, te dê forças no calvário do dia a dia, te dê saúde e te encoraje sempre na fé.

Ainda contando casos engraçados de pessoas com mais de 90 anos, padre Nélio terminou afirmando: com padre Antão e padre Luizinho minha ordem é só uma nesta missa – não reclame, agradeça.

Antes do ofertório foi dada a unção a todos com o óleo sagrado dos enfermos e enquanto padre Antão e padre Nélio se revezavam na nave central da igreja, padre Luizinho ungia algumas pessoas sentado, no altar, momento muito tocante de troca de carinho entre o sacerdote e seus amigos e admiradores.

Após a benção final, foi servido um lanche aos idosos e enfermos, que permaneceram sentados em seus lugares enquanto colaboradores de várias pastorais serviam refrigerantes, café, bolos e biscoitos.

Com a fé fortalecida, restauradas as forças física e espiritual, pelo aumento da esperança, porque Jesus “Tomou as nossas enfermidades e sobrecarregou-se dos nossos males” (Is 53,4), todos retornaram as suas casas, conduzidos por seus familiares.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!